Autor:

Victor Fernandes Rocha

Conselheira:

Medicina

Experiência:

> 7 anos

Autor: Perito Médico

Victor Fernandes Rocha

Diversos tratamentos no combate ao HIV e outras doenças surgiram ao longo das últimas décadas. Dentre esses tratamentos, a Profilaxia pré-exposição é um dos mais promissores. Neste post, vamos falar mais sobre o PrEP e sua definição. Também vamos falar sobre o seu princípio de funcionamento, quem são as pessoas indicadas ao tratamento, eficácia, período de ação no organismo, efeitos adversos e o custo disso para saúde pública.

A clínica online Treated.com é aprovada no Reino Unido e, portanto, permite diagnóstico remoto e prescrição on-line para todos os cidadãos da UE. Você pode encomendar tratamentos para PrEP em Treated.com sem receita médica de seu médico, como o médico on-line emitirá uma receita on-line com base em seus dados médicos. Depois disso, você receberá seu tratamento via entrega expressa da farmácia on-line.

O que é o PrEP (profilaxia pré-exposição)?

A PrEP é a sigla inglesa para Profilaxia pré-exposição, sigla que pode aparecer também em sua versão em português PrPE. Esse tipo de profilaxia é uma forma de procedimento em medicina utilizada na pré-exposição a um patógeno, sendo o mais comum deles o HIV.

PrEP (profilaxia pré-exposição)

Ou seja, estamos falando de um procedimento médico/sanitário criado para evitar que uma pessoa saudável contraia um patógeno devido ao contato. O propósito do PrEP é simples e claro, e deve ser utilizado em situações onde o risco de contaminação é iminente, sendo descartado a hipótese de um uso desenfreado e deliberado sem acompanhamento médico.

Nos dias de hoje, existem fármacos que são utilizados na PrEP de doenças graves, como o Truvada, utilizado na prevenção do HIV. As pessoas costumam associar os fármacos PrEP como uma espécie de pílula do dia seguinte contra o vírus HIV. Bom, este tipo de fármaco deverá ser utilizado regularmente por pessoas soronegativas antes de uma relação sexual com alguém portador do vírus. Seguindo esse conceito de prevenção, a camisinha é um dos meios de prevenção mais eficientes que existem, e deve ser utilizada junto com PrPE em situações de risco iminente.

Como a PrEP funciona?

A PrEP funciona com o uso de medicamentos que devem ser utilizados antes da relação sexual ou outra situação de risco de contaminação. Alguns dos medicamentos PrEP HIV utilizados são: o tenofovir + emtricitabina, resultando no Truvada.

Como tomar Truvada

Os medicamentos irão proteger uma pessoa saudável de um possível contato com o vírus mesmo que não seja utilizado preservativo durante a relação sexual. A eficácia deste tipo de medicamento só é constatado com o seu uso frequente. Ou seja, se uma pessoa soronegativo tem relação constante com uma pessoa infectada, os fármacos PrPE HIV devem ser utilizados diariamente.

Caso o medicamento não seja utilizado com frequência diária, o risco de contaminação passa a ser altíssimo devido a baixa concentração dos bloqueadores de HIV na corrente sanguínea de um soronegativo. Desta forma, não hesite em utilizar o PrPE se o risco de contágio for evidente em sua vida sexual. É importante associar o PrEP HIV com o uso de preservativo, pois, o medicamento só é funcional contra o vírus da Aids, e não é eficaz no combate a outras DSTs (Doenças Sexualmente Transmissíveis) como clamídia, sífilis, gonorreia, dentre outras.

O PrEP é indicado para o meu caso?

O uso de PrEP não é indicado a todas as pessoas deliberadamente, pois, o ideal é que o usuário esteja incluído em uma classe de risco elevada. Essa inclinação a infecção por HIV só existe se uma pessoa tem uma vida sexual ativa com portadores do vírus ou possíveis portadores. Neste caso, o mais aconselhado é você considerar a utilização de PrEP HIV nos seguintes casos:

  • Se você tem uma vida sexual ativa com diferentes parceiros;
  • Se você é um(a) profissional do sexo e mantém relação sexual com pessoas desconhecidas frequentemente;
  • Se você mantém relação sexual com penetração (anal ou vaginal) sem o uso de preservativos e com parceiros desconhecidos;
  • Se o seu parceiro ou parceira é portador do vírus HIV e você é um soronegativo.

A OMS (Organização Mundial da Saúde) lançou um guia para o uso de PrEP com instruções detalhadas sobre as classificações de risco e grupos com inclinação maior ao contágio do HIV.

Entre no site oficial da Organização Pan-Americana da Saúde e digite no campo de pesquisa no canto superior direito da página “Guia OMS para o uso de PrEP“. Ao visualizar o arquivo, faça o download do material educativo e veja o posicionamento dos especialistas no assunto quanto ao uso e classificações de risco.

Você sabia?

O serviço médico on-line oferece aos pacientes uma alternativa segura e discreta para comprar tratamentos para PrEP com prescrição online. Tudo o que você precisa fazer é responder algumas perguntas no questionário on-line, que serão analisadas pelo médico. Depois de determinar a adequação para tratamentos para PrEP, a receita on-line será emitida e o medicamento será enviado para o endereço desejado.

Clique aqui para comprar o tratamento PrEP on-line – prescrição on-line inclusive.

Dica dos editores do Medico-Online.org

5/5

A eficácia do PrEP (Profilaxia Pré-Exposição) foi comprovada?

Mesmo com todo o seu potencial de prevenção contra o HIV, o uso de PrEP não é 100% eficaz, como qualquer estratégia de profilaxia, e todos os pacientes que utilizam este medicamento devem ser acompanhados por um médico.

O especialista deverá acompanhar o status de infecção devido ao HIV, que deve ser verificado periodicamente. Até outubro de 2019, foram contatados 2 casos de falha no uso do PrEP HIV. O caso mais recente foi apresentado ao ID Week 2018, um evento ocorrido em São Francisco, Estados Unidos, em outubro do ano passado.

O paciente contaminado tem 23 anos, e já utilizava o PrEP por 13 meses consecutivos verificado em testes que constataram o uso diário do medicamento em exames realizados.

Os especialistas sobre o assunto dizem que o mais aconselhável é associar a utilização do medicamento com outras medidas preventivas, sendo a mais eficaz delas o uso de preservativo. De acordo com estudos recentes, como o Partners e o TDF2, o uso de PrEP é mais eficaz entre os usuários do sexo masculino.

Em todos os casos, é sempre importante lembrar que o uso frequente do medicamento está diretamente relacionado com sua eficácia, e portanto, não podem ocorrer oscilações ou distrações no consumo de PrEP.

Quando os medicamentos PrEP começam a funcionar?

De acordo como o Ministério da Saúde, o PrEP começa a surtir efeito somente após 7 dias de uso frequente para as relações com penetração anal e 20 dias para as relações com penetração vaginal. Mais uma vez lembrando, o uso deste medicamento deve ser indicado e acompanhado por um médico especialista no assunto. Não use o PrEP sem se consultar e saber mais sobre este método preventivo.

O tempo de resposta no princípio ativo do tenofovir e da emtricitabina, ambos presentes no Truvada, é explicado em detalhes na bula do medicamento.

Os medicamentos existentes foram liberados para uso no Brasil em 2018, e todos os pacientes fatores de risco devem utilizar o PrPE após constatação do fator de risco em centros de controle especializados no assunto. Vá até o posto de saúde mais próximo de sua casa e se informe sobre exames e classificações de risco para o uso de medicamentos anti-HIV.

PrEP apresenta efeitos colaterais?

Apesar de seguir como um método de Profilaxia pré-exposição bem aceito pelos usuários, frequentemente existem relatos de efeitos colaterais logo nos primeiros meses de uso.

A maioria dos relatos de efeito colateral foram de mal-estar gastrointestinal, principalmente após a ingestão do Truvada. De acordo com os registros, esses efeitos colaterais tendem a desaparecer após três meses do uso constante do medicamento, e não prejudicam a saúde dos usuários nem a vida sexual, como a libído.

De acordo como um estudo sobre os efeitos colaterais da Profilaxia pré-exposição realizado em janeiro de 2016 pelo Clinical Infectious Diseases, diversos pesquisadores, como a especialista Beatriz Grinsztejn do Instituto Nacional de Infectologia da Fiocruz, afirmam que 16% dos usuários de PrPE relataram efeitos colaterais não agressivos.

Análise custo-benefício da Profilaxia Pré-Exposição

De acordo com a Secretaria Especial de Comércio Exterior e Assuntos Internacionais, órgão de responsabilidade do Ministério da Economia, houve redução significativa no preço de importação dos medicamentos utilizados no tratamento de HIV/Aids.

Mas, no caso do tratamento realizado com o Truvada, produzido pela norte-americana Gilead, o preço chega a ter um custo mais elevado e pode atingir  €1.000,00 por mês no tratamento de cada usuário.

Existem versões genéricas do Truvada, e, de acordo com um estudo lançado pela GTPI (Grupo de Trabalho sobre Propriedade Intelectual), é possível diminuir drasticamente o impacto do custo das patentes do medicamento para uma distribuição na saúde pública aqui no Brasil até 2022. O estudo aponta que na Índia, por exemplo, o Truvada genérico tem um custo mensal por usuário de aproximadamente €130,00.

A Abia (Associação Brasileira Interdisciplinar de Aids) afirma que o uso do medicamento genérico no Brasil é a solução definitiva para manter a relação custo/benefício do tratamento pré-exposição acessível.

Comprar Truvada

Por que posso encomendar PrEP online?

Você pode encomendar o medicamento de prescrição para PrEP (Profilaxia Pré-Exposição) on-line, porque os médicos on-line emitem uma receita médica com base em suas informações médicas. Semelhante ao seu médico de família, você responde a algumas questões médicas importantes durante a consulta on-line. Com base nisso, o médico on-line determina se o uso da medicação para PrEP é adequado para você. A prescrição on-line será enviada para uma farmácia que envie o remédio por entrega expressa.

É seguro comprar PrEP on-line?

Nós lhe recomendamos a clínica online Treated.com. Treated.com prescreve o o tratamento PrEP apenas para pacientes, que são adequados para tomar o medicamento. Como primeiro passo, você deve preencher o questionário médico. É essencial que você não faça declarações falsas para que o médico on-line possa revisar correctamente seu status de saúde.

Os médicos do Treated.com são regulamentados no Reino Unido pela Comissão Reguladora de Serviços de Saúde e Cuidados Independentes. Todos os médicos são devidamente credenciados pelo GMC (Conselho Geral de Medicina).

Posso comprar tratamento para Profilaxia Pré-Exposição sem receita médica?

Não é legal comprar medicamentos prescritos para PrEP sem receita médica online. No Treated.com, você pode contar com atendimento médico e farmácia on-line descomplicado, discreto e seguro.

Além disso, há um risco maior de que os medicamentos para PrEP (Profilaxia Pré-Exposição) oferecidos sem receita médica sejam medicamentos falsificados. Eles não estão sujeitos a nenhum padrão e controle de produção; a produção é muitas vezes realizada sob condições anti-higiênicas, o que não pode ser comparado com os padrões europeus. Ingredientes activos e outros podem estar contaminados.

Isso torna esses medicamentos muito perigosos e imprevisíveis em seus efeitos sobre a saúde. Ingredientes podem causar reações alérgicas ou não mostrar nenhum efeito.

Comprar medicamentos (antibióticos) contra DSTs on-line:
Fontes
  1. Truvada for PrEP or Pre-exposure prophylaxis In: Centers for Disease Control and Prevention (CDC) – URL: cdc.gov
  2. Truvada Medication Information Sheet for Patients In: Centers for Disease Control and Prevention (CDC) – URL: cdc.gov
  3. Governo facilita acesso à pilula que previne infeção por VIH, In: Jornal de Notícias – URL: jn.pt
  4. Pre-exposure prophylaxis (or PrEP), CDC. In: Center for Disease Control and Prevention – URL: cdc.gov